Entertainment

Cabíria Festival: inscrições abertas para a Mostra Imaginários Possíveis. Aos detalhes!



“Em seu terceiro ano, a Mostra Imaginários Possíveis, criada em parceria pela Hysteria e o Cabiria Festival, evoluiu para um trisal”, vibra Isabel De Luca, head da Hysteria, ao anunciar a chegada da Parafernalha nessa “relação”, como ela mesma prefere definir a união.

A próxima edição do evento será realizada entre os dias 27 e 30 de julho, em São Paulo, se estendendo ao modo on-line até o dia 03 de agosto. A mostra exibirá microfilmes de humor (de 3 segundos a 3 minutos), feitos por mulheres e de identidade de gênero diversas, com o tema “O Perrengue Nosso de Cada Dia”.

As inscrições, gratuitas e abertas a cineastas amadoras e profissionais, podem ser feitas até o dia 29 de maio no hyperlink. Serão selecionados até 10 títulos para exibição nos canais digitais da Hysteria, Parafernalha e do competition.

‘É um certo alívio convocar realizadoras a rir dos nossos próprios perrengues, sem perder a luta de vista’

Neste ano, a incorporação da Parafernalha garante um bom toque de humor nessa parceria bem-sucedida. O canal de esquetes de comédia da Webedia Brasil se junta ao Cabíria Festival Audiovisual e a Hysteria, plataforma de estímulo profissional e abertura de espaço para narrativas feita por e sobre mulheres, para a produção do evento.

“Desde 2017, a Hysteria amplifica vozes e anseios femininos por meio dos mais diversos formatos de conteúdo, e como ainda vivemos numa sociedade extremamente machista, nem sempre essa jornada é alegre”, avalia Isabel de Luca.

Por isso é um prazer, e um certo alívio, convocar realizadoras a rir dos nossos próprios perrengues, sem perder a luta de vista jamais!

Essa união visa oferecer ao competition algo de extrema importância para o atual cenário do audiovisual brasileiro: a presença feminina e de pessoas com identidade de gênero diversas ao mercado.

Uma likelihood de exaltar a diversidade no cinema nacional e, também, de falar sobre essa diversidade nas produções exibidas. É o que afirma Vânia Matos, diretora e produtora executiva do Festival.

Essa parceria tripla amplia os alcances da MIP para o público e reforça a existência de roteiristas mulheres especializadas no tão cobiçado gênero do humor para provocar o aumento da diversidade no setor

Marina Croce, diretora-geral da Parafernalha, complementa ao abordar sobre o tema escolhido para os microfilmes da edição de 2022 e convida as mulheres “a se valerem dessa ferramenta e darem risada de nossos próprios perrengues diários”.

Gambiarras, perrengues e situações do cotidiano des brasileires sempre foram parte essencial de nossos conteúdos, e vemos o humor como uma poderosa ferramenta de identificação, alívio e libertação.





Source hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.