Entertainment

Filho de Adriane Galisteu vai à parada gay com a mãe e artista reage a ataques. Veja!



Adriane Galisteu foi à Avenida Paulista, em São Paulo, prestigiar a 26ª edição da Parada do Orgulho LGBTQIAP+ e levou o filho, Vittorio, de 11 anos, para o evento, que teve shows de artistas e diversas manifestações políticas. “Vamos manifestar o amor!”, escreveu a apresentadora no Twitter.

Nas redes sociais, Adriane foi alvo de críticas. “O mundo está perdido mesmo”, disse um. “Preguiça”, falou outro. “É o fim do mundo”, disparou um terceiro. Alguns internautas comentaram que a artista estava “incentivando o filho a ser gay” e outros chamaram a atenção para a idade do garoto.

Nesta segunda-feira (20), Adriane agradeceu fãs que saíram em sua defesa e rebateu os comentários homofóbicos: “Bom dia, meus amores! Obrigada pelas mensagens de carinho ontem. Eu sempre vou mostrar para o meu filho o caminho do respeito, liberdade e amor, afinal, o amor é a única revolução verdadeira. Ótima semana para vocês, meu beijo!”.

Pocah reclama por ter show encerrado mais cedo

Pocah foi uma das atrações da 26ª Parada do Orgulho LGBTQIAP+ e desabafou depois de ter sua apresentação encerrada mais cedo. Pelos Stories do Instagram, a cantora classificou o momento como uma falta de respeito com ela, sua equipe e fãs.

“É muito difícil ser artista nesse país. Ainda não consegui sair do trio. Já tem 50 minutos que estou tentando ir para a van e nada. Resolvi escrever porque estou nervosa. Vamos lá! Eu saí do Rio de madrugada. Vim para São Paulo para cantar na parada”, relatou.

“Estava pronta meio-dia, cheguei no trio e estava tudo atrasado. Até aí, ok. Eu estava animada para cantar, então nem estava preocupada. Meu horário era às 15h55, entrei 17h20. Cantei três músicas e a polícia pediu para encerrar a parada antes do horário previsto. Eu apenas exijo respeito com meu trabalho, minha equipe e meus fãs”, disparou.

“Eu sei o meu valor e não vou me calar. São 12 anos de história batalhando arduamente para me tirarem de otária. Tem que respeitar! E tem que ver isso aí de encerrarem a parada antes do horário, hein! Um evento que era para celebrarmos o orgulho, nossa existência… terminar dessa forma! Estou indignada mesmo!”, finalizou.





Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.