Sports

Massaranduba ‘salva’ e é o único brasileiro a vencer no card preliminar do UFC 274



Realizado neste sábado (7), em Phoenix, no Arizona (EUA), o card preliminar do UFC 274 contou com seis brasileiros em ação, e o aproveitamento não foi bom. Último atleta a lutar no card, Francisco Massaranduba foi o único representante brasileiro a vencer, derrotando o inglês Danny Roberts na decisão unânime dos jurados após três rounds.

Os outros cinco brasileiros do card preliminar do UFC 274, infelizmente, saíram derrotados. Norma Dumont, Marcos Pezão, Melissa Gatto, Kleydson Rodrigues e Ariane Sorriso foram superados por Macy Chiasson, Blagoy Ivanov, Tracy Cortez, CJ Vergara e Lupita Godinez, respectivamente.

Massaranduba dá present e leva a melhor contra inglês

Francisco Massaranduba e Danny Roberts começaram o duelo no UFC 274 partindo para o clinch, após um golpe de encontro aplicado pelo brasileiro. Com boa movimentação e golpes precisos, o brasileiro foi ganhando confiança e terminou melhor o primeiro spherical em relação ao seu oponente. Massaranduba iniciou o segundo assalto aplicando um forte golpe de esquerda, que balançou o inglês. Na sequência, o brasileiro partiu para cima, derrubou Roberts com mais um golpe e foi para a luta agarrada, acertando bons golpes no floor and pound.

Ciente da desvantagem, Danny Roberts buscou ser mais ofensivo no terceiro e último spherical, mas Francisco Massaranduba segurou bem o ímpeto do lutador inglês até o ultimate da parcial. Dessa forma, o brasileiro foi declarado vencedor na decisão unânime dos jurados e, no auge dos seus 43 anos de idade, emplacou sua segunda vitória consecutiva no UFC.

Macy Chiasson derrota Norma Dumont em luta travada

Norma Dumont e Macy Chiasson tiveram um início de luta estudado no UFC 274, com poucas ações de ambas na trocação. Nos últimos segundos do primeiro spherical, a americana conseguiu a queda, mas brand a parcial terminou. No segundo assalto, a brasileira vinha levando a vantagem na trocação, o que fez Chyasson buscar a luta agarrada. No entanto, ao aplicar a queda, a americana inverteu a posição. Na sequência, Norma levantou e continuou superior na trocação, enquanto Macy buscava grudar na mineira de todas as formas possíveis, para evitar o jogo de trocação de Dumont.

No terceiro e último spherical, Macy Chiasson insistiu em sua estratégia e continuou buscando a luta agarrada, pressionando Norma Dumont contra a grade e deixando a luta bem travada. Sem conseguir desenvolver seu jogo, a brasileira ficou visivelmente frustrada. No fim, na decisão dividida dos jurados, Chiasson venceu Norma Dumont e se recuperou da derrota sofrida para Raquel Pennington.

Marcos Pezão mostra resistência, mas é derrotado por búlgaro

Marcos Pezão iniciou o confronto no UFC 274 apostando em chutes baixos sobre Blagoy Ivanov. Na sequência, o brasileiro encurtou a distância e conectou bons golpes sobre o adversário, terminando o primeiro spherical com uma ligeira vantagem. No segundo assalto, Ivanov pressionou Pezão contra a grade, mas Pezão levou a luta para a trocação novamente e os dois lutadores protagonizaram bons momentos na luta em pé, empolgando o público presente em Phoenix.

Blagoy Ivanov partiu para cima no começo do terceiro e último spherical, e Marcos Pezão, mais desgastado, pressionou o búlgaro contra a grade. Na sequência, Ivanov inverteu a posição e a luta ficou mais travada. Nos segundos finais, o brasileiro conseguiu uma queda, mas não teve tempo para trabalhar na luta agarrada. Com o fim do embate, o vencedor, na decisão unânime, foi Blagoy Ivanov, que volta a vencer no Ultimate após duas derrotas seguidas.

Melissa Gatto é superada por Tracy Cortez

Em mais um combate do card preliminar do UFC 274, Tracy Cortez começou a luta aplicando boa queda sobre Melissa Gatto. Mesmo por baixo, a brasileira mostrou ofensividade, o que fez a americana a levar a luta para a trocação novamente. Na sequência, foi a vez de Melissa conseguir a queda, mas Tracy inverteu a posição e terminou o primeiro spherical por cima. No segundo assalto, a paulista brand derrubou a americana, ficou em ótima posição e passou a golpear com potência no floor and pound. Logo em seguida, Melissa buscou o armlock, mas perdeu a posição e terminou a parcial por baixo.

Tracy Cortez iniciou o terceiro spherical mais uma vez derrubando Melissa Gatto. A brasileira mostrou uma guarda bem flexível, mesmo por baixo, e no decorrer da parcial, inverteu as ações, grudando nas costas da americana, que em resposta, buscou um katagatame, bem defendido pela paulista. No fim, depois de três rounds, Cortez saiu vencedora na decisão unânime dos jurados e emplacou sua quarta vitória seguida no UFC, enquanto Melissa perde na organização após dois triunfos em sequência.

Kleydson Rodrigues estreia com derrota no UFC

Após um início na trocação franca com CJ Vergara, Kleydson Rodrigues conseguiu a queda e levou seu adversário para o solo. O duelo voltou a ficar em pé novamente o brasileiro passou a explorar seus chutes, além de aplicar bons golpes na média distância. No segundo assalto do duelo no UFC 274, Kleydson cometeu uma falha e caiu por baixo no chão brand nos primeiros segundos da parcial. Por cima, Vergara conectou bons golpes no floor and pound, controlou as ações e empatou o duelo em pontos.

No terceiro e último spherical, os lutadores foram para a trocação, mas o duelo foi para o solo em seguida, com Kleydson Rodrigues grudado nas costas de CJ Vergara, em posição para aplicar um mata-leão ou uma chave de panturrilha. O americano, no entanto, se livrou da posição, mas o brasileiro ficou por cima. No último minuto, a luta ficou em pé, com ambos golpeando até o fim. Depois de três rounds no UFC 274, os árbitros declararam a vitória de CJ Vergara na decisão dividida dos jurados. Dessa forma, Kleydson estreia com derrota na organização.

Ariane Sorriso é dominada e perde para mexicana

Primeira brasileira em ação no UFC 274, Ariane Sorriso foi derrubada por Lupita Godinez brand nos primeiros segundos de luta. Ariane fez força para se livrar da posição adversa, mas a mexicana mostrou um jogo bem forte na luta agarrada e manteve sua adversária com as costas no chão durante boa parte do primeiro spherical. No segundo assalto, Lupita apertou o ritmo, aplicou uma boa sequência de golpes e voltou a derrubar a brasileira. Na sequência, Godinez tentou finalizar no katagatame, mas não teve sucesso.

No terceiro e último spherical, mais uma vez com muita facilidade, Lupita Godinez derrunou Ariane Sorriso brand no início da parcial. Com um Wrestling bem afiado, a mexicana foi dominante em suas ações e, com isso, saiu vitoriosa na decisão unânime dos jurados, emplacando sua segunda vitória seguida na organização. Já Ariane, com o revés no UFC 274, viu sua sequência de dois triunfos ser quebrada.

RESULTADOS:

UFC 274
Phoenix, no Arizona (EUA)
Sábado, 07 de maio de 2022

Card preliminar
Macy Chiasson derrotou Norma Dumont por decisão dividida dos jurados
Francisco Massaranduba derrotou Danny Roberts por decisão unânime dos jurados
Brandon Royval finalizou Matt Schnell com uma guilhotina no 1R
Blagoy Ivanov derrotou Marcos Pezão por decisão unânime dos jurados
André Fialho derrotou Cameron VanCamp por nocaute técnico no 1R
Tracy Cortez derrotou Melissa Gatto por decisão unânime dos jurados
CJ Vergara derrotou Kleydson Rodrigues por decisão dividida dos jurados
Lupita Godinez derrotou Ariane Sorriso por decisão unânime dos jurados
Journey Newson derrotou Fernie Garcia por decisão unânime dos jurados





Source hyperlink

Leave a Reply

Your email address will not be published.